Relação entre astrologia e a doutrina de Umbanda Esotérica

Populações antigas, como os egípcios, babilônios e assírios já usavam os astros para definir seu calendário, seu relógio e também seu mapa. Até algum tempo atrás o ser humano orientava-se pelos astros para identificar o ciclo das estações e assim, decidir as épocas de plantio e colheita.

De fato, até hoje algumas religiões determinam o primeiro dia do ano e as datas especiais com base nos astros.
Dentro da Umbanda Esotérica também se encontra uma importância relacionada ao estudo dos astros. Além dos ciclos dos planetas influenciarem diretamente na definição da entidade de guarda através do nascimento, influenciam também as plantas.
Por esse motivo, quando utilizamos ervas para banhos ou defumações (deixando secar) podemos ter um resultado mais efetivo se considerarmos a hora planetária do astro que rege determinada erva na colheita.O ciclo lunar também afeta diretamente a energia das plantas. Na lua nova e crescente, o prana se concentra nas folhas, essa é chamada a quinzena positiva e é preferida para as ações mágicas.
Por outro lado, na quinzena negativa, ou seja, do início da lua cheia até o final da minguante, o prana se concentra no caule e nas raízes.

Seguindo esses simples procedimentos aumenta-se os efeitos dos banhos e defumações.
Utilizando esses fundamentos será mais fácil manter as energias necessárias para o mediunismo e suas entidades poderam trabalhar com mais facilidade.

Gabriel Rodrigues

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Onde estamos